Após ser flagrada pelo marido com bispo em motel, pastora se justifica e diz que: “A culpa não é da gente”

Uma pastora foi flagrada pelo marido dentro de um quarto de motel em Campo Grande, no Mato Grosso do Sul. Aos prantos, o homem fica pior ainda quando descobre com quem a mulher estava se envolvendo. Contudo, o que chamou mais atenção foi o que a pastora disse para justificar a situação.

No registro, que repercutiu amplamente nas redes sociais, o marido entra no quarto do motel chorando bastante ao ter certeza que se tratava da mulher dele. Ao identificar que a mulher estava com outro religioso, que seria um bispo, o marido começa a chamá-lo  de “pastor do diabo”. O marido ainda fala: Você acabou com a minha vida, pastor do Diabo. Você destruiu minha família, cara, por que você fez isso?” Em seguida, ele vai até o banheiro, onde a mulher dele estava escondida e diz: “A pastora aqui, a pastora[…]Todo mundo ficará sabendo, pastor de Satanás, bispo.” Então, agora a pastora se defendeu:

De acordo com o portal Lado B, a religiosa tentou se justificar dizendo o seguinte: “Foram erros, só que a culpa não é da gente. A gente foi vítima de Satanás para escandalizar e jogar o nosso nome na lama. Todo mundo foi usado pelo Diabo[…] Já aconteceu, não tenho como voltar atrás. Quem nunca errou que atire a primeira pedra. Enquanto a gente julga, estamos sendo julgados[…]Quem vai ficar apontando e criticando está se autoconcedendo, porque já nos acertamos. Aí, é cada um com Deus.” Mas não é só isso.

Ainda conforme o portal, o casal teria conversado e se resolvido. Os dois estariam juntos novamente pois a pastora teria sido perdoada. O caso segue dando o que falar nas redes.

Da Redação do Acontece na Bahia.

 

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: