Após ser “excluído”, Mourão comenta sobre atitude questionável de Bolsonaro : “Presidente julgou minha presença desnecessária”

Uma notícia chamou a atenção dos internautas nesta quarta-feira (10). O vice-presidente da república, Hamilton Mourão, comentou sobre sua exclusão da reunião ministerial convocada pelo presidente Bolsonaro na terça-feira (9).

A relação dos dois foi arranhada após um comentário de Jair Bolsonaro, que afirmava que o general da reserva do Exército era “palpiteiro”. Tudo começou quando Mourão questionou publicamente o desempenho do ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, o que irritou Bolsonaro. O caso aconteceu no mês de janeiro. Mas não é só isso.

Entretanto, mesmo com o desentendimento, Hamilton Mourão decidiu não polemizar a decisão do presidente em deixar ele de fora da reunião. “Não, não fui convidado, não fui chamado. Então acredito que o presidente julgou que era desnecessária a minha presença. Só isso”, afirmou Mourão aos jornalistas. Além disso, ele negou estar incomodado com a situação: “Não, não estou incomodado, não.”

Da Redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: