Após receber malas da família de jogador brasileiro, motorista é condenado a três anos de prisão no exterior

Uma história complicada tomou as manchetes nessa quinta-feira (10). Já imaginou se você recebesse uma mala fechada de pessoas de confiança e acabasse preso no exterior por conta de um remédio que havia nela? Pois foi justamente isso que aconteceu com o motorista de um jogador de futebol Brasileiro.

Robson Nascimento de Oliveira, de 48 anos, ex-motorista do jogador Fernando, está sendo condenado a 3 anos de prisão pela Justiça da Rússia. Isso por que ele entrou no país com duas caixas do remédio Mytedom 10mg, que tem na sua composição o cloridrato de metadona, uma substância considerada ilegal no país. Então, isso caracterizou o crime de contrabando tentativa de tráfico de drogas ao entrar no país.  Contudo, o motorista não tinha a mínima ideia do que estava levando na mala.

Isso porque o remédio foi comprado pela família do jogador Fernando, que jogava na capital russa nesse período. Então, Robson apenas recebeu as malas, que já estavam fechadas, no aeroporto antes de ir para a Rússia. Ele já está preso há um ano e nove meses e seu caso vem gerando comoção. Mas não é só isso.

Agora, alguns trâmites judiciais ainda precisam acontecer para que haja a possibilidade do motorista ser transferido para o Brasil.  Diante disso, o presidente Jair Bolsonaro entrou em contato diretamente com o presidente russo, Vladmir Putin, e está tentando resolver o caso de maneira cordial.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: