Após operação, Polícia Civil efetua prisão de três homens que usavam um arsenal para controlar uma estrada no Tocantins

Uma notícia chocante tem sido destaque, nesta quinta-feira (6), nas mídias sociais. Isso, porque três homens foram presos ao se passarem por seguranças particulares.

O caso aconteceu na zona rural de Rio da Conceição, Tocantins, onde os homens, ao se passarem por seguranças particulares, intimidaram os moradores e restringiram suas passagens por uma estrada que dá acesso à entrada de uma fazenda.  As prisões ocorreram nesta quarta-feira (6), durante uma operação policial deflagrada pela 101ª Delegacia de Polícia de Dianópolis, no sudeste do estado.

Comandada pelo delegado Lucas de Oliveira Rodrigues, a operação foi desencadeada depois que a equipe da unidade policial recebeu denúncias de que um grupo de homens armados estaria, supostamente, fazendo a segurança de uma fazenda, revistando veículos, moradores e, até mesmo, impedindo a passagem pelo local, na zona rural de Rio da Conceição.

Após as denúncias, policias foram até o local e flagraram quatro homens, três deles portando revólveres calibre 38, além de coletes balísticos, algemas, binóculos, instrumentos utilizados para iluminação noturna, entre outros equipamentos.

Segundo as investigações, o grupo tinha como objetivo assegurar êxito de terceiros, que promoviam a invasão de terras particulares e a permanência dessas pessoas no local e, por isso, os homens intimidavam os moradores da região, controlando o fluxo de pessoas na localidade.

Após serem detidos, os quatro homens foram conduzidos até a Central de Atendimento da Polícia Civil, em Dianópolis, onde três deles foram autuados em flagrantes pelo crime de porte ilegal de arma de fogo. Os homens tem 41, 45 e 48 anos de idade.

Leia também o portal do nosso editor www.romulofontoura.com.br

Da redação do acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: