Após morte de Paulinha Abelha, cantora Silvania Aquino não consegue mais ficar sozinha no camarim

 

Desde que perdeu a melhor amiga e colega de banda, a Silvania Aquino tem encontrado dificuldades para superar e ficar sozinha no camarim que dividia com Paulinha. Ao portal Metrópoles, na coluna do Leo Dias, ela contou a situação:

“Não consigo, tem que estar sempre uma pessoa junto comigo. Sempre levo alguém. É um vazio!”, explicou ela.

Daniel Diau também explicou que a vontade da banda é não substituir Paulinha: “Perguntamos se ela estava confortável de fazer sozinha se ela conseguiria. Nossa vontade é que continue o trio”.

Ainda segundo Diau, a maior dificuldade dos três é iniciar os shows. “A dor é grande. Sabe o que é estar no show, nos três de frente para um telão e ver a imagem dela vindo? Isso aí é para cortar o coração. Na abertura do show, chegou a hora da dor. Então para cantar, é para entalar, para engasgar, mesmo. É a saudade, mas ela vai estar sempre viva em nossos corações”, falou.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

 

Categoria(s): Destaque.

Comente: