Após jovens desaparecerem, parente chega na casa da família e diz: “Seu filho já foi embora já”

Um caso emblemático deixou duas famílias sem chão e segue repercutindo nesta quarta-feira (8). Após dois jovens amigos desaparecerem, um homem próximo de uma das famílias chega na casa dando uma notícia que nenhum pai e nenhuma mãe desejam ouvir.

Os amigos Maik e Marcos, de 17 e 22 anos respectivamente, desapareceram depois de saírem juntos para uma praça. Maik teria pedido dinheiro ao pai para tomar sorvete e Marcos teria avisado a mãe que sairia para comer um lanche. De acordo com o portal Record, depois disso eles desapareceram e não voltaram mais para casa. Então, ainda segundo o portal, um parente da família de Maik chegou até a casa dos pais dele e trouxe uma novidade nada agradável.

Segundo o parente, os rapazes já estariam sem vida. Ele disse que não poderia citar nomes, mas que tinha certeza do que estava falando. O homem afirmou para o pai de Maik:

“Se eu falar pra você, eu vou morrer junto também! Só que o corpo eu não sei onde tá não. Seu filho já foi embora já! Que Deus bote ele é um bom lugar. Eu sei quem é o cara. Só que eu não posso citar nome de ninguém…”

As famílias ficaram em choque com a informação e começaram a chorar muito. Indignado, o pai chamou a polícia e eles foram até o local para ouvir o homem, que afirmou que contaria o que sabe, mas reforçou novamente que não citaria nomes.

Até o momento, última informação é de que os jovens teriam embarcado num ônibus para Itatiba e não foram mais vistos desde então. Além de fazer buscas na cidade de Morungaba, onde as famílias moram, que fica no interior de São Paulo, o pai também foi até Itatiba, mas não conseguiu muitas informações.

Ambos os rapazes saíram de casa como se fossem retornar, pois não levaram quase nada além das roupas e de uma baixa quantia de dinheiro. Inclusive, o Maik não levou o celular, o que é bastante atípico. As autoridades seguem investigando o caso.

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: