Após isolamento, jovem passa mal em casa e morre de coronavírus; mãe desabafa: “Essa doença é muito traiçoeira, ela leva muito rápido”

A população ficou bastante comovida nesta quarta-feira (9). Isso porque a morte precoce de uma jovem ocorreu de maneira bastante inesperada. Mas afinal, o que aconteceu?

A jovem Giovana Campioto, de 16 anos, estava em casa, na cidade de Marilândia do Sul, no Paraná, quando começou a passar mal. Há alguns dias, ela recebeu o diagnóstico positivo para coronavírus. Seguindo todas as recomendações, Giovana passou por um período de isolamento, protocolo comum em todos os casos. Contudo, ela precisou continuar em tratamento pois apresentou sequelas relacionadas ao covid.

Então, após Giovana Passar mal na última segunda-feira, a família procurou uma unidade de saúde. Lá, a jovem recebeu assistência médica, mas seu quadro era bastante preocupante. Momentos depois, Giovana teve uma piora súbita e não resistiu. Em desabafo ao portal Globo, a mãe dela disse que não tiveram tempo de nada e classificou a doença como traiçoeira:

“Muito rapidamente ela teve uma piora momentânea, sem tempo de nada. Essa doença é muito traiçoeira. Ela leva muito rápido.”

Além disso, a jovem cursava o segundo ano do Ensino Médio e sonhava em entrar na faculdade de Direito. Posteriormente. ela almejava prestar concurso para se tornar uma policial federal. Diante da abrupta perda, familiares e amigos prestaram homenagens a Giovana.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: