Após ganhar título de princesa em cavalgada, travesti recebe ameaças e registra boletim

A vitória de uma travesti como Princesa da Cavalgada do Trabalhador da cidade de Jamari, interior de Rondônia, acabou na delegacia após o concurso. Fábio Schinayderr, influencer de 33 anos, ganhou o tradicional baile que todos os anos elege uma Rainha e uma Princesa, no qual disputou com outras seis candidatas.

“Participei e conquistei o título de 1° Princesa da Cavalgada de 2022 por esforço e mérito, obedecendo a todas as normas, critérios e quesitos estabelecidos pela a organização do evento”, afirma a influencer.

Com a conquista, as outras candidatas não contestaram e aceitaram a vitória, contudo, os homens que assistiam não se conformaram e agiram de forma desrespeitosa, ameaçando Fábio. “Me ligaram hoje me ameaçando de me bater e tudo. Estou me sentindo mau mesmo. Estou com medo, não vou mentir”, diz.

Com medo, a Princesa registrou um boletim de ocorrência por crimes de injuria, calunia e difamação. “Acabamos de registar boletim de ocorrência na Delegacia de Polícia em Candeias do Jamari (RO). Os ataques homofóbicos em face da Fabio Schinayder, vencedora do concurso da Cavalgada do Trabalhador, que por aclamação foi eleita 1º princesa na solenidade. Os responsáveis pelos ataques não ficarão impunes e certamente serão responsabilizados pelo poder judiciário na esfera civil e criminal. Homofobia é crime!” disse Samuel Costa, advogado da influencer.

Da Redação do Acontece na Bahia

 

 

Categoria(s): Destaque.

Comente: