Após desaparecer por quase 30 horas, jovem médica é encontrada em ribanceira às margens da rodovia

Nesta terça-feira (20) repercutiu um caso chocante, mas com final feliz. Uma médica desapareceu por quase 30 horas e foi encontrada às margens de uma Rodovia.

O fato ocorreu em Santa Catarina, na BR-470, no Vale do Tajaí. A médica de nome Mariana Fossati, de 31 anos, saiu de casa em Curitibanos com destino a Taió, por volta das 5h do domingo (18). Entretanto, ela não chegou ao hospital onde trabalhava, deixando a família e colegas preocupados. Somente na manhã desta segunda (19), um motorista que passava pela Serra dos Pires por volta das 10h30 avistou um carro em meio a vegetação e acionou o socorro. Estes, por sua vez, relataram ao portal Globo que a vítima foi encontrada ao lado do veículo com ferimentos, sinais de desidratação e inconsciente. Rodrigo Souza, um dos bombeiros que participou do resgate, disse: “Ela permaneceu essas 29 horas sem conseguir sair do local do acidente. Entretanto, a família soube apenas no final do dia de domingo que a vítima não havia chegado no local de trabalho e que, portanto, não sabia seu paradeiro”

“Ela ficou esse tempo todo incomunicável no local. Lá não há sinal de rede móvel para fazer ligações ou acessar a internet. A vítima conseguiu sair do automóvel, mas não conseguiu voltar para pista em virtude do relevo do local onde o carro parou”, disse o bombeiro.

Após o resgate, a médica foi encaminhada para o Hospital Hélio dos Anjos Hortiz, em Curitibanos, para avaliação Médica, mas não aparentava ter sofrido fraturas ou ferimentos graves

Da Redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: