Após defender projeto para desobrigar uso de máscaras, vereador morre depois passar quase um mês internado com a doença

Nesse sábado (18), um caso repercutiu muito nas redes sociais. Após tentar gerar polêmica com sua pauta, Thiarles Santos não resistiu.

Thiarles Santos, de 34 anos, era vereador na cidade de Uberlândia, em Minas Gerais. Ele foi um dos grandes defensores de um projeto que visvaa desobrigar o uso de máscaras de proteção contra a covid-19. Segundo o portal UOL, ele teria afirmado:

“Jamais irei fazer qualquer distinção entre vacinados e não vacinados. Vamos lutar pelo não uso de máscra quando tivermos 70% de vacinados, ou já tiverem contraído a doença.” Mas afinal, o que aconteceu com ele?

Thiarles faleceu em decorrência da doença. Ele testou positivo para coronavírus no dia 16 do mês passado, ficando aproximadamente 30 dias em internação. Ainda de acordo com as informações do portal, Thiarles o projeto de lei não chegou a ser discutido. Um dos argumentos de Thiarles nesse projeto seria que pessoas com problemas respiratórios poderiam se beneficiar por não usar a máscara. Entretanto, ele não trouxe evidências científicas em sua tese. Thiarles deixa quatro filhos e esposa.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: