Após 16 dias, bombeiros encerram buscas por adolescentes desaparecidos

Nesta segunda-feira (26) uma triste notícia foi anunciada. O corpo de bombeiros, responsáveis pelas buscas das crianças que desapareceram numa região de floresta, encerrou as buscas após 16 dias do desaparecimento.

A prefeitura de Calçoene informou nesta segunda-feira (26) que o corpo de bombeiros encerrou as buscas pelos adolescentes Rento Siqueira de Jesus, de 13 anos, e Fabrício Oliveira Barbosa, de 14 anos. Os dois desapareceram em 8 de abril numa região de floresta do município, no norte do Amapá.

Os meninos estavam acampados com suas respectivas famílias numa área de assentamento rural para trabalhadores temporários. Era a primeira vez que eles estavam no local, conhecido como Rio Verde. No dia 8 deste mês, os dois saíram de manhã para apanhar açaí, pratica comum na região e, depois disso, não entraram mais em contato com a família. As buscas dos bombeiros começaram 2 dias depois.

Segundo o Corpo de Bombeiros, a área onde os dois sumiram fica a cerca de 2,5 quilômetros de onde as famílias estão acampadas. A região é pouco habitada e tem uma floresta densa, rios e pequenos riachos.

Ao longo de 16 dias de ações dos bombeiros na região, poucos vestígios foram encontrados, apenas algumas pegadas. Também foi encontrada uma cadela que sumiu do mesmo acampamento onde os adolescentes estavam.

O major Marcelo Guedes, comandante da operação, adiantou que o fim da procura avaliou critérios técnicos e logísticos, pela falta de evidência dos meninos no local de busca.

“Foram 16 dias de trabalho intenso, com empenho muito grande todas as equipes. Encerramos porque, para manter uma tropa aqui, para manter esse trabalho, precisamos de uma fundamentação técnica. E como foram esgotadas todas essas possibilidades de avanço, a gente encerrou”, explicou.

Da redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: