Apoiado contraditoriamente por Bolsonaro e PT, Rodrigo Pacheco é eleito presidente do Senado

Uma notícia circulou nas redes nesta manhã de terça-feira (3) e chamou a atenção dos internautas. O senador Rodrigo Pacheco (DEM-MG) foi eleito novo presidente do Senado com 57 dos 78 votos válidos. O candidato era apoiado pelo atual presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) e dez outros partidos, inclusive partidos de oposição como PT, Rede e PDT.

O atual senador, que é advogado de formação, atuou como deputado federal posteriormente. Além disso, é o primeiro mandato de Rodrigo Pacheco como senador.

O Atual presidente do senado também era apoiado pelo antigo presidente, Davi Alcolumbre (DEM-AP), e representa também uma vitória do senador.

Pacheco venceu as eleições com 57 votos contra os 21 votos da senadora Simone Tebet (MDB-MS). Assim, os dois foram os únicos que registraram interesse na disputa após Lasier Martins (Pode-RS), Major Olímpio (PSL-SP) e Jorge Kajuru (Cidadania-GO) terem desistido em favor de Tebet.

No total, os partidos PSD, PP, PT, DEM, PDT, PROS, PL, Republicanos, Rede e PSC declaram apoio à candidatura de Pacheco.

“Vamos fazer disso uma grande oportunidade, uma grande oportunidade singular de pacificação das nossas relações políticas e institucionais porque é isso que a sociedade brasileira espera de nós”, disse Pacheco em seu discurso de posse.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: