Aos 64 anos, morre o historiador Ubiratan Castro

 

O professor e diretor-geral da Fundação Pedro Calmon (FPC), Ubiratan Castro, morreu na manhã desta quinta-feira (3). Segundo contou sua esposa Mária da Glória Machado ao G1, Ubiratan faleceu por volta da 7h, no Hospital Espanhol, onde esteve internado desde o dia 30 de setembro, para avaliações periódicas de saúde devido a problema renal crônico. No início de outubro, Ubiratan foi transferido para a UTI. A causa da morte, no entanto, não foi revelada. O horário e local do sepultamento ainda não foram divulgados.

Fonte: Bahia Notícias.

Categoria(s): Regional.

Comente: