Aos 36 anos, Padre Adriano, que estava desaparecido, é encontrado morto

O Padre Adriano da Silva Barros estava sendo procurado deste a última terça-feira, dia 13. Ele havia saído de Reduto em viagem à cidade de Simonésia. Contudo, hoje, dia 14, o Vigário da Paróquia de Simonésia foi encontrado sem vida.

Informações preliminares dão conta de que o padre de 36 anos havia ido almoçar com os pais, depois passou em Reduto para deixar a irmã e estava retornando para Simonésia. Entretanto, depois de iniciar a viagem ele desapareceu. Agora, os policiais o encontraram morto e com marcas pelo corpo. Em nota, a Polícia explicou o que sabem até o momento:

“Foi encontrado o início da noite desta quarta-feira, 14/10/20, o corpo do Padre Adriano, Vigário da Paróquia de Simonésia.O corpo estava em uma estrada rural próxima a Manhumirim. Exames periciais iniciais indicam ao menos cinco perfurações causadas por arma branca – possivelmente uma faca -, sendo essa a possível causa da morte. A vítima estava carbonizado e vestígios de gasolina foram encontrados no local. Familiares fizeram reconhecimento da vítima. Pertences pessoais encontrados junto ao corpo, em especial uma aliança usada por religiosos, corroboram para identificação. Exames de DNA poderão ser realizados a critério do Delegado de Polícia que presidirá o Inquérito Policial.A Polícia Civil trabalha com a hipótese de latrocínio, pois já se tem informações de que o veículo da vítima foi visto no Estado do Rio de Janeiro na madrugada, por volta das 2h30, do dia 14/10/20.”

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: