Ao serem parados por blitz, mulher descobre que companheiro usava nome falso há 12 anos para esconder crime

Uma notícia circulou nas redes nesta manhã de quinta-feira (11) e chamou a atenção de internautas. Uma blitz realizada pela Polícia Rodoviária Federal (PRF) na BR-381, em Igarapé, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, acabou com a prisão de um homem foragido há 12 anos. O caso ocorreu na tarde da última quarta-feira (10).

De acordo com o site G1, um homem de 38 anos viajava com a mulher para a cidade de Itanhaém, no litoral de São Paulo. O casal vinha de Janaúba, no Norte de Minas Gerais.

Assim, durante a abordagem dos policiais, o homem apresentou um documento falso e foi reconhecido pelos policiais. Após o reconhecimento do documento adulterado, os agentes descobriram que o homem usava os dados do sobrinho para se esconder da polícia desde 2009.

Segundo a polícia, o homem era foragido de um presidio de Janaúba, onde cumpria pena por latrocínio. Assim, durante 12 anos ele se passou pelo sobrinho, que tem idade parecida e se mudou para cidade de São Paulo.

Os policiais relataram que a mulher ficou em estado de choque após receber a notícia. A mulher afirma que nunca havia desconfiado de nada e que a família dele o chamava por um apelido. De acordo com o g1, o casal estava junto já três anos.

O homem foi preso e irá responder também pelo uso de documentos falsos.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: