Antes de sair, Moro irritou Bolsonaro profundamente a ponto dele dizer: “Tenha dignidade para se demitir”

Sem dúvidas, um dos acontecimentos mais disruptivos do governo Jair Bolsonaro foi a saída do então ministro da justiça, o Sérgio Moro. Tido como herói por grande parte dos apoiadores e eleitores do presidente, Moro foi um dos pilares da equipe ministerial. Porém, mensagens reveladas nessa semana mostram que o clima entre ele e Bolsonaro já não estava nada bom.

Parece que Bolsonaro e Moro já não se davam bem há algum tempo, pois o líder do executivo chegou a dizer: “Tenha a dignidade de se demitir.” O contexto que gerou tamanha tensão é delicado para o governo, pois trata-se do novo coronavírus. Segundo um relatório da Polícia Federal, Bolsonaro teria cobrado Moro após o ministro declarar publicamente, numa matéria, que a polícia poderia impor, de maneira coercitiva, medidas de isolamento social. Diante disso, o presidente teria ficado profundamente irritado e mandou um recado direto, tanto para Moro, quanto para outros ministros:

“Se esta matéria for verdadeira: Todos os ministros, caso queiram contrariar o PR (presidente da República), pode fazê-lo, mas tenha dignidade para se demitir. Aberto para a imprensa.”

Posteriormente, a saída de Moro trouxe à tona a crise que ocorria nos bastidores.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: