Antes de morrer, Prefeito eleito de Goiânia já havia perdido duas irmãs também por conta do coronavírus

A história do prefeito eleito de Goiânia, Maguito Vilela (MDB) causou comoção nesta terça-feira (13). Ele estava internado desde outubro, lutando contra o coronavírus, mas não resistiu e morreu aos 71 anos. Contudo, muitas pessoas não sabiam que ele já havia perdido duas irmãs para a doença.

Primeiro, Nelma Vilela Veloso, de 76 anos, morreu no dia 19 de agosto do último ano. Ela tinha diabetes , problemas pulmonares e enfrentou o covid até seus últimos momentos. Então, no dia 28 de agosto, apenas 9 dias depois, a irmã mais velha do prefeito, Nelita Vilela, de 85 anos, também não resistiu. Ela chegou a ficar internada na UTI, mas também perdeu a luta contra a covid-19.

Na época, ele desabafou sobre o assunto nas redes: “Consternados, Maguito e família agradecem todas as orações e mensagens de apoio recebidas em razão deste momento triste e também se solidarizam com todas as famílias que perderam seus entes queridos nesta pandemia.” Mas não é só isso.

Internado no Hospital Albert Einstein, um dos melhores do Brasil, Maguito causou comoção durante tantos meses lutando contra a doença. Após 80 dias nessa situação, com o passar do tempo, esperava-se que o prefeito se recuperasse em breve, mas, infelizmente, ele partiu na madrugada de hoje.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): .

Categoria(s): Nacional.

Comente: