Angola suspende atividades da Universal e outras seis igrejas no país

 

O governo de Angola suspendeu por dois meses as atividades da Igreja Universal do Reino de Deus no país por considerá-la responsável por um acidente no estádio da Cidadela Desportiva, em Luanda, que causou a morte de 16 pessoas no último dia 31 de dezembro. Além da Universal, outras seis igrejas tiveram as atividades paralisadas. De acordo com reportagem da publicação local Jornal de Angola, duas unidades da Universal fecharam no último domingo (3), após o anúncio do governo no sábado (2). Segundo a agência estatal de notícias Angop (Angola Press), a comissão de inquérito que investigou o acidente disse que o fato ocorreu por superlotação dentro e fora do estádio, resultado de “propaganda enganosa”. “Venha dar um fim a todos os problemas que estão na sua vida; doença, miséria, desemprego, feitiçaria, inveja, problemas na família, separação, dívidas, etc. Traga toda a sua família”, dizia o slogan do evento, chamado de Dia do Fim. A comissão conclui que o slogan “criou no seio dos fiéis e não só uma enorme expectativa de verem resolvidos os seus problemas, tendo por isso atraído para o local do evento um elevado número de pessoas, entre velhos, crianças e doentes”, conforme a agência angolana.

Fonte: Bahia Notícias.

Categoria(s): Internacional.

Comente: