Aluna agride professora deficiente de 64 anos e polícia descobre que ela estava realizando “brincadeira”

Uma notícia tem repercutido nas redes sociais neste sábado (9). Uma aluna agrediu com socos uma professora de 64 anos, da Covington High School, em Lousiana (EUA). Para a polícia o crime foi motivado por um desafio do TikTok. Larrianna Jackson, de 18 anos, acusada de ter cometido o crime foi presa e o vídeo da agressão que foi publicado nessa quarta-feira (6) é fruto do movimento criado ‘Estapeie um professor’, lançado no TikTok.

A polícia informou que a professora agredida é deficiente e precisou de atendimento médico após o ataque. O The New York Times, informou que a professora possui limitações para andar. O vídeo compartilhado nas redes sociais mostra Larrianna em pé, em frente à mesa em que a professora está sentada. Após conversa, Larrianna dá um soco na mulher, levando-a ao chão. A sequência da ação não foi filmada, mas segundo a polícia houve mais agressões.

“O Departamento de Polícia de Covington gostaria de lembrar a todos que qualquer pessoa que participar de tal desafio será devidamente fichado”, informa a publicação. “O assunto ainda está sob investigação e pode haver mais prisões em breve”. Os telefones celulares dos estudantes que acompanharam a sequência de agressões foram apreendidos pela polícia.

O colégio onde houve a agressão fica a 72 quilômetros ao norte de Nova Orleans. Após se tratar dos ferimentos nos braços e na cabeça a professora recebeu alta médica. O TikTok afirmou, em nota oficial, que o suposto desafio não é uma tendência no aplicativo e que não permite e nem incentiva vídeos que promovam qualquer tipo de violência.

Da redação do Acontece na Bahia

Tag(s): , , , .

Categoria(s): Destaque, Nacional.

Comente: