Advogados da brasileira presa na Tailândia não conseguem avisar a ela sobre a morte da mãe

Após a morte da mãe da brasileira Mary Hellen Coelho, presa na Tailândia por tráfico internacional de drogas, a defesa não conseguiu entrar em contato com ela e contar sobre a morte da mãe. Os advogados contam que não é fácil se comunicar com a jovem. Até o momento, a única forma de comunicação com ela é por carta, que são escritas por outras pessoas. Na carta enviada por Mary, ela desejava saúde para a mãe.

“Eu estou pensando muito no meu caso. Eu não conseguia dormir de noite porque me preocupo muito. Obrigada por se lembrarem de mim e agradeço aos meus amigos por tentarem me ajudar com os advogados. Eu vou cuidar de mim. Tenho aqui dois amigos para me ajudarem. Eu estou muito melhor agora, espero ver vocês o mais rápido possível”.

“Manda um beijo ao meu avô e para minha avó. Lembro de todos vocês no Brasil. Mãe, eu amo você tanto e espero que você melhore logo. Um grande obrigado a todos do Brasil por me ajudarem. Estou muito feliz agora. Espero que minha família e todos os amigos me respondam. Me faz sentir muito feliz e sorrir todo dia. Vou sonhar com vocês todas as noites”, escreveu Mary na semana passada.

Os advogados de Mary Hellen contam que a comunicação com a jovem é feita por carta por causa da superlotação das prisões na Tailândia e a pandemia na Covid-19 que dificulta a realização de uma chamada de vídeo. “Difícil demais, demoram para responder. Até hoje a família não teve contato direto com ela. O contato é geralmente por e-mail, a resposta demora mais de 24 horas para chegar. Sempre dizem que estão fazendo o possível, mas não conseguimos avançar”, disse a advogada.

A mãe de Mary Hellen lutava contra um câncer. Uma outra advogada afirmou que ela queria muito ver a filha. “A Thelma, lutou com todas as forças para tentar ver a filha. Em razão do fuso horário é possível que o contato seja feito após o enterro. Já encaminhamos um e-mail para a embaixada e também estamos tentando contato com o Samut Prakan [a prisão em que se encontra Mary Hellen] para darmos a notícia de maneira mais respeitosa e sensível. Sem sucesso até o momento, acredito que em razão do fuso horário”, disse.

 

Da Redação do Acontece na Bahia

Categoria(s): Destaque.

Comente: