Adolescente encontrado desacordado em BMW ligou pedindo socorro antes de morrer, diz testemunha

Uma testemunha, durante depoimento à Polícia Civil, afirmou que o adolescente de 16 anos, encontrado sem vida ao lado de outras três pessoas dentro de uma BMW em Balneário Camboriú (SC), fez uma ligação para o Samu solicitando ajuda horas antes de perder a consciência. A chamada teria ocorrido na madrugada da última segunda-feira (1º).

Segundo o relato da testemunha, a vítima recebeu orientações para buscar um hospital. Entretanto, a Secretaria de Estado da Saúde (SES), responsável pelo serviço, negou a existência de um pedido de ajuda na madrugada, destacando que a primeira solicitação foi registrada às 7h21.

O delegado Bruno Effori, encarregado das investigações, informou que o Samu será notificado para prestar esclarecimentos sobre a informação. Ele também mencionou que os telefones celulares das vítimas serão periciados para “confirmar a situação e verificar se há a necessidade de progredir a investigação no sentido de uma certa omissão.”

O grupo foi descoberto desacordado dentro do veículo de luxo estacionado no terminal rodoviário da cidade. A polícia suspeita de intoxicação por monóxido de carbono devido ao rompimento do cano de escape do veículo. O monóxido de carbono é um gás levemente inflamável, inodoro e altamente tóxico.

Em entrevista à NSC, afiliada da TV Globo em Santa Catarina, o Samu declarou que, após o primeiro chamado às 7h21, uma Unidade de Suporte Avançado (USA) foi enviada, chegando ao local às 7h29. “Ao chegar, constatou-se que as quatro vítimas estavam dentro do veículo em parada cardiorrespiratória.”

Os quatro jovens permaneceram aproximadamente quatro horas dentro do carro com o ar-condicionado em funcionamento, de acordo com Effori. A namorada de uma das vítimas, que chegou de ônibus de Minas Gerais por volta das 3h, encontrou-os desmaiados. Ela permaneceu dentro do veículo por algum tempo, saindo ocasionalmente.

A mulher, conforme informações da Polícia Civil, aguardava os ocupantes da BMW na rodoviária. “O veículo chega e eles (ocupantes) avisam para ela que estão passando mal. Eles relatam náusea, tontura, tremedeira, entenderam por bem esperar até melhorar”, explicou o delegado.

Os jovens, oriundos de Paracatu e Patos de Minas, em Minas Gerais, residiam na Grande Florianópolis há cerca de um mês. A Polícia Militar identificou três das vítimas como maiores de idade: Gustavo Pereira Silveira Elias, 24 anos; Karla Aparecida dos Santos, 19 anos; Tiago de Lima Ribeiro, 21 anos. O nome do adolescente de 16 anos, Nicolas Kovaleski, foi divulgado nas redes sociais por familiares e amigos.

O SAMU emitiu a seguinte nota: “O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) comunica: referente à ocorrência envolvendo o pronto-atendimento de quatro jovens vítimas de paradas cardiorrespiratórias, no município de Balneário Camboriú, o SAMU esclarece que a Central de Regulação recebeu o primeiro chamado às 07h21, com envio da Unidade de Suporte Avançado (USA) às 7h26 e a chegada ao local às 7h29. Ao chegar, constatou-se que as quatro vítimas estavam dentro do veículo em Parada Cardiorrespiratória (PCR)… (continuação da nota).”

Seguindo os protocolos de atendimento, foram realizados procedimentos de Reanimação Cardiopulmonar (RCP), com o apoio de uma Unidade de Suporte Básico (USB), que chegou ao local da ocorrência às 07h35, e dos Bombeiros. Ressalta-se que as manobras de reanimação foram implementadas em Suporte Básico e Avançado de vida, porém sem sucesso. Infelizmente, às 8h17, foram declarados os óbitos no local. As causas das mortes estão sob responsabilidade do Instituto Geral de Perícia (IGP) e da Polícia Civil para as devidas investigações. O SAMU expressa condolências aos familiares das vítimas neste momento difícil.”

Da redação do Acontece na Bahia

Foto: Redes Sociais