Acusado de assassinato, Cantor Iuri Sheik é solto apenas 15 meses depois e diz: “Eu acredito na Justiça baiana”

O cantor Iuri Sheik, preso acusado de atirar e matar um empresário, deixou a prisão nesta segunda-feira, dia 14. Sheik estava detido na capital baiana e a sua saída foi marcada pela presença forte da mídia e pelas declarções do cantor.

Na saída, Iuri estava acompanhado por seus advogados e recebeu muitas perguntas. Então, em resposta, o cantor disse: “eu acredito na Justiça baiana e tudo vai ser esclarecido. Deus é comigo”. Além disso, os advogados do artista comemoraram a soltura nas redes sociais e escreveram que essa havia sido uma “manhã de sucesso”.

Entenda o caso

Conhecido por seu estilo de ostentação e luxo, Iuri Sheik teve seu nome ainda mais em pauta quando foi preso. Em junho de 2019, o cantor se apresentou às autoridades depois de ser acusado de atirar contra o empresário Will Silva. Tudo aconteceu durante uma festa de paredões em Santo Antônio de Jesus, na Bahia. Depois do ocorrido, o empresário não resistiu e morreu. A prisão de Sheik gerou enorme repercussão na época. Contudo, apenas 15 meses depois do ocorrido, uma decisão do Tribunal de Justiça da Bahia revogou a prisão de Sheik, mesmo com o Ministério Público do estado se posicionando contra.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Categoria(s): Nacional.

Comente: