ACM Neto pretende revisar todos os contratos da prefeitura

A proposta de reforma administrativa que ACM Neto entrega nesta terça-feira, 4, para o prefeito João Henrique submeter à Câmara (para valer em janeiro tem de ser aprovada este ano) mantém o mesmo número de secretarias (12), mas reagrupa órgãos, muda nomes, como a criação da Secretaria da Cidade Sustentável, mas nada que signifique impacto financeiro, muito menos que crie novos cargos.

Em compensação, assim que assumir o mandato, em 1º de janeiro, Neto vai baixar vários decretos. Dois deles: 1 – Vai proibir o preenchimento de 20% dos cargos (para poupar dinheiro);  2 – Vai revisar todos os contratos hoje existentes (pelos mesmos motivos).

Neto passou  esta segunda-feira, 3,  com assessores fazendo os ajustes finais no projeto, por isso não quis adiantar detalhes. Mas, conceitualmente, tem um rumo definido: – Austeridade é a palavra de ordem.

ACM Neto diz também que dia 14, o mais tardar dia 15, anunciará os nomes dos seus auxiliares. Até agora, só um está oficialmente confirmado pelo próprio Neto, é Mauro Ricardo Costa, ex-secretário da Fazenda de São Paulo e ainda secretário na mesma área do prefeito paulista, Gilberto Kassab.

Nos demais casos, há nomes conversados, mas não confirmados. Veja alguns.

Paulo Souto – Só não estará no secretariado se não quiser, e isso Neto admite. Fala-se no nome dele para a Casa Civil.

João Carlos Bacelar – É o atual secretário da Educação de João Henrique e deve continuar. Se ficar, há um desdobramento curioso: João Carlos, presidente estadual do PTN, é deputado, o suplente dele é Luizinho Sobral, prefeito eleito de Irecê. Assume o jornalista Uziel Bueno, hoje apresentador do programa Na Mira, da Band.

José Carlos Aleluia – Presidente estadual do DEM, ex-deputado federal, é o nome para a Secretaria dos Transportes e Trânsito. Se confirmar, terá em mãos um grande abacaxi, ajudar a resolver a questão da mobilidade numa cidade quase travada.

Fred Benzaqun – Ex-diretor-executivo da Odebrecht, deve assumir a Secretaria de Serviços Públicos. É indicado do PSDB.

José Antônio Rodrigues – Ex-secretário da Saúde do Estado e atual provedor da Santa Casa de Misericórdia da Bahia (Hospital Santa Izabel), deve assumir a Saúde.

Fonte: A Tarde

 

Categoria(s): Regional.

Comente: