À beira de colapso na rede de saúde, Rui Costa manda recado para população: “Há possibilidade sim de haver fechamento total”

Uma notícia estampou as manchetes dos jornais baianos nesta manhã de quarta-feira (24) e causou burburinho. O atual governador do estado, Rui Costa (PT), afirmou que há a possibilidade de ser decretado um novo lockdown no estado caso as medidas tomadas atualmente, como o toque de recolher, e as recomendações de isolamento não conseguirem conter o avanço da segunda onda de infecções da Covid-19 na Bahia.

As informações foram divulgadas em uma live transmitida nas redes sociais oficiais do governador na noite da última terça-feira (23). Assim, ele afirmou na transmissão que o país pode sofrer uma tragédia sanitária nas próximas duas semanas, uma vez que, segundo o governador, as novas cepas de vírus são ainda mais perigosas que as primeiras.

“Em mais duas semanas, o Brasil vai estar vivendo uma tragédia nacional. […] Esse vírus contagia mais rápido do que o outro e é mais letal. Há possibilidade sim de haver fechamento total, que o povo chama de lockdown. Quero que as pessoas compreendam que estamos indo progressivamente para ganhar a consciência e a colaboração das pessoas”, ressaltou Rui.

Sobre a abertura de novos leitos, Rui afirmou que a maior dificuldade é criar equipes de profissionais capacitadas a administrar os novos leitos abertos: “A dificuldade não é necessariamente espaço. O gargalo não é equipamento. É equipe médica para tocar as UTIs. É uma equipe muito específica, de uma formação muito específica” explicou.

O governador aproveitou a oportunidade para criticar a lentidão do governo Federal em adquirir novas doses das vacinas e afirmou também que entrou em contato com a Pfizer e a Rússia para começar a aplicação das outras vacinas. “Agora é correr atrás e recuperar o tempo perdido”, finaliza.

Da redação Acontece na Bahia.

Tag(s): , , .

Categoria(s): Destaque.

Comente: