2 dias após morte da filha do governador, 6 brasileiros acusados no caso são identificados e presos

Um dos casos mais complicados das últimas semanas ganhou novas informações nesta segunda-feira (11). Trata-se do dia em que a filha de um governador e outras 3 pessoas que estavam com ela perderam a vida enquanto estavam dentro de um carro.

Na fronteira com a cidade de Ponta Porã, no Mato Grosso do Sul, a cidade de Pedro Juan Caballero no Paraguai, foi palco de um caso difícil. A jovem Haylee Carolina Acevedo Yunis, de 21 anos, filha de Ronald Acevedo, governador de Amambay, no Paraguai, estava com Omar Vicente Álvarez Grance, de 32 anos, Kaline Reinoso de Oliveira, de 22 anos, e Rhamye Jamilly Borges de Oliveira, de 18 anos, saindo de uma casa de eventos.

O grupo estava num carro modelo SUV de alto padrão quando foi surpreendido por homens armados no último sábado. Nessa hora, o veículo foi alvejado por dezenas de disparos, o que assustou todos que estavam na região pela quantidade e pelo barulho.

Nenhuma das pessoas que estava no veículo resistiu. Então, em nesta segunda-feira chegou a informação de que 6 brasileiros foram presos acusados no caso. Eles são: Douglas Ribeiro Gomes, Farley José Cisto da Silva Leite Carrijo, Luis Fernando Armando e Silva Simões, Hywulysson Foresto, Juares Alvers da Silva e Gabriel Veiga de Sousa. Além disso, também foram apreendidos documentos, celulares, joias e carros. As autoridades seguem reunindo informações para entender o que motivou o ocorrido.

Da Redação do Acontece na Bahia.

Tag(s): , .

Categoria(s): Nacional.

Comente: